Receba o Ebook "Phygital" Gratuitamente! CSRF Pular para o conteúdo principal

CSRF

O CSRF (Cross-Site Request Forgery) é um tipo de vulnerabilidade de segurança web que permite a um atacante executar ações maliciosas em nome de um usuário autenticado em um site. 

Isso acontece quando um site não verifica adequadamente as solicitações recebidas de um usuário, permitindo que um atacante envie solicitações falsificadas em nome do usuário. 

Essas solicitações podem executar ações indesejadas, como alterar informações de conta, fazer transações financeiras ou realizar ações prejudiciais. 

Para proteger contra o CSRF, é necessário implementar medidas como tokens de CSRF, verificação de referenciador, uso de cabeçalhos HTTP e outras práticas de segurança, garantindo que as solicitações sejam legítimas e não sejam falsificadas por atacantes.

Receba o Ebook "Phygital" Gratuitamente!

Postagens mais visitadas deste blog

eBooks: 10 Mais Vendidos em Computação, internet e mídia digital

 1.  JavaScript para Iniciantes - Aprenda a Programar JS de Forma Simples: Um Guia Prático para Dominar os Fundamentos do JavaScript 2.  ChatGPT: Curso Prático de Chat GPT: Volume 1 - A teoria antes da prática (Escola de Inteligência) 3.  14 Hábitos de Desenvolvedores Altamente Produtivos 4.  Copy para Whatsapp. 2ª edição. Mais de 150 Mensagens Personalizadas e Persuasivas. Copy para Whats.: CopyWhiting para Whatsapp. Frases que vendem. Palavras que vendem. 5.  Guia ChatGPT para leigos: 70 ideias práticas para utilizar a ferramenta, otimizar o seu trabalho e ganhar dinheiro 6.  Curso Essencial de Lógica de Programação 7.  Dominando Java: 100+ Exercícios Resolvidos e Comentados para Acelerar seu Aprendizado (Dominando a Programação) 8.  Scrum - Um Guia de Bolso (Segunda edição): Um companheiro de viagem inteligente 9.  Product Backlog Building: Um guia prático para criação e refinamento de backlog para produtos de sucesso 10.  Arquitetura Limpa: O guia do artesão para estrutura e design

Polkadot

Polkadot é uma plataforma de blockchain projetada para ser interoperável, escalável e governável, criada por Gavin Wood, um dos co-fundadores do Ethereum. Polkadot utiliza uma abordagem inovadora chamada "relays" para conectar diferentes blockchains em uma rede segura e eficiente.  Isso permite que projetos de blockchain independentes compartilhem informações e transações de forma confiável, criando um ecossistema interconectado de blockchains. Polkadot é baseado em um protocolo de consenso chamado Nominated Proof-of-Stake (NPoS), que utiliza um conjunto rotativo de validadores para garantir a segurança e a integridade da rede.  A plataforma tem como objetivo resolver os desafios de escalabilidade e interoperabilidade enfrentados por muitos blockchains, tornando-se uma infraestrutura fundamental para a Web 3.0.