Pular para o conteúdo principal

Rússia se tornou o principal minerador de Bitcoin em 2023

Rússia se tornou o principal minerador de Bitcoin em 2023, superando a China. 

Isso ocorreu devido a investimentos significativos em infraestrutura e energia barata para alimentar as operações de mineração. 

Alguns especialistas especulam que a mudança pode ter sido influenciada pela crescente pressão regulatória sobre a mineração de criptomoedas na China.

Enquanto isso, a Rússia tem adotado uma abordagem mais amigável com o setor de criptomoedas, com planos para lançar uma moeda digital nacional e a criação de uma zona econômica especial para empresas de tecnologia. 

A mudança da Rússia para o topo da lista de mineradores de Bitcoin pode ter um impacto significativo no mercado de criptomoedas, já que a concentração de poder de mineração pode influenciar a segurança da rede Bitcoin.

Postagens mais visitadas deste blog

eBooks: 10 Mais Vendidos em Computação, internet e mídia digital

 1.  JavaScript para Iniciantes - Aprenda a Programar JS de Forma Simples: Um Guia Prático para Dominar os Fundamentos do JavaScript 2.  ChatGPT: Curso Prático de Chat GPT: Volume 1 - A teoria antes da prática (Escola de Inteligência) 3.  14 Hábitos de Desenvolvedores Altamente Produtivos 4.  Copy para Whatsapp. 2ª edição. Mais de 150 Mensagens Personalizadas e Persuasivas. Copy para Whats.: CopyWhiting para Whatsapp. Frases que vendem. Palavras que vendem. 5.  Guia ChatGPT para leigos: 70 ideias práticas para utilizar a ferramenta, otimizar o seu trabalho e ganhar dinheiro 6.  Curso Essencial de Lógica de Programação 7.  Dominando Java: 100+ Exercícios Resolvidos e Comentados para Acelerar seu Aprendizado (Dominando a Programação) 8.  Scrum - Um Guia de Bolso (Segunda edição): Um companheiro de viagem inteligente 9.  Product Backlog Building: Um guia prático para criação e refinamento de backlog para produtos de sucesso 10.  Arquitetura Limpa: O guia do artesão para estrutura e design

Polkadot

Polkadot é uma plataforma de blockchain projetada para ser interoperável, escalável e governável, criada por Gavin Wood, um dos co-fundadores do Ethereum. Polkadot utiliza uma abordagem inovadora chamada "relays" para conectar diferentes blockchains em uma rede segura e eficiente.  Isso permite que projetos de blockchain independentes compartilhem informações e transações de forma confiável, criando um ecossistema interconectado de blockchains. Polkadot é baseado em um protocolo de consenso chamado Nominated Proof-of-Stake (NPoS), que utiliza um conjunto rotativo de validadores para garantir a segurança e a integridade da rede.  A plataforma tem como objetivo resolver os desafios de escalabilidade e interoperabilidade enfrentados por muitos blockchains, tornando-se uma infraestrutura fundamental para a Web 3.0.