Summit e Sierra

O Summit e o Sierra, localizados nos Estados Unidos, são dois dos supercomputadores mais poderosos do mundo. 

Desenvolvidos pela IBM, ambos apresentam uma arquitetura impressionante, combinando CPUs e GPUs para oferecer desempenho excepcional em tarefas científicas e de pesquisa intensiva. 

O Summit, instalado no Laboratório Nacional de Oak Ridge, possui uma capacidade de processamento de 200 petaflops, sendo amplamente utilizado para simulações de complexidade sem precedentes, como pesquisas sobre energia, clima e física de alta energia. 

Por outro lado, o Sierra, localizado no Laboratório Nacional Lawrence Livermore, destaca-se por suas capacidades avançadas de segurança cibernética e simulações de armas nucleares. 

Ambos os supercomputadores demonstram o compromisso contínuo dos Estados Unidos com a vanguarda da pesquisa científica e tecnológica

Digital Twins

Digital twins, uma tecnologia emergente, são modelos virtuais que replicam entidades físicas, sejam elas sistemas, processos ou produtos. Es...

Como participante do Programa de Associados da Amazon, sou remunerado pelas compras qualificadas efetuadas.